Como a Cromoterapia atua em nós

ORIGEM DA PALAVRA

Palavra de origem grega, a CROMOTERAPIA (Kromos = cor e Teraphia = Tratamento), significa o tratamento através das cores.


Uso Prático:

 

  - Aplicação de luzes coloridas

 

 - Água solarizada

 

- Visualização

 

A Cromoterapia é uma ciência que usa a cor para estabelecer o equilíbrio e a harmonia do corpo, da mente e das emoções.

A cura pela cor não é apenas uma força física, mas espiritual, formando assim um vínculo entre o nosso corpo físico e as vibrações de níveis mais elevados da consciência e crescimento espiritual

Cromoterapia é a prática da utilização das cores na cura de doenças. Vem sendo utilizada pelo homem desde as antigas civilizações — como Egito antigo, Índia, Grécia e China — com o objetivo de harmonizar o corpo, atuando do nível físico aos mais sutis. Para Hipócrates, saúde e doença dependem da harmonia entre meio ambiente, corpo e mente.

Os adeptos da cromoterapia entendem que cada cor possui uma vibração específica e uma capacidade terapêutica. Isaac Newton no século XVII conseguiu descobrir as cores do arco-íris friccionando um prisma. O cientista alemão Johann Wolfgang Von Goethe, no século XVIII, pesquisou durante cerca de 40 anos as cores e descobriu que o vermelho tem propriedade estimulante no organismo, o azul acalma, o amarelo provoca sensações de alegria, e o verde é repousante. Esses efeitos são mais ou menos intensos, dependendo da tonalidade usada.

A Cromoterapia do século XXI utiliza-se de tecnologia, e é baseada nas cinco cores do espectro solar. Um pequeno bastão do tamanho de um lápis e com uma lâmpada de 25 watts é utilizado no tratamento. Ele é colocado a 5 centímetros da pele, e ali permanece por aproximadamente 3 minutos.

A Cromoterapia consta da relação das principais terapias alternativas ou complementares reconhecidas pela OMS desde 1976, de acordo com a Conferência Internacional de Atendimentos Primários em Saúde de 1962, em Alma-Ata, no Cazaquistão.


COMO ATUA:

Uma célula, um órgão ou um organismo doente, é um elemento cuja vibração possui uma freqüência anormal, geralmente retardada, mas sempre desequilibrada. Através da aplicação de uma força dinâmica, podemos interferir em seu ritmo vibratório, facilitando-lhe a volta ao equilíbrio.

Cada órgão é portador de uma vibração própria, produto das vibrações das moléculas que o compõem. Essa vibração total emite no éter uma onda sonora, bem como um raio luminoso cujo colorido e intensidade são característicos e relativamente constantes. O órgão sadio mantém equilibrada a freqüência em que vibra, enquanto o doente tem suas vibrações inconstantes, geralmente diminuídas. Entretanto, poderão ser restabelecidas através da interferência feita por uma determinada cor.

Modernamente os hospitais já têm o cuidado de pintar os quartos dos doentes utilizando cores suaves, como o verde e o azul, que são sedativas e quebram a depressão provocada pela monotonia do branco. Já se tornou comum, mesmo, o uso dessas cores nos barretes dos médicos que se aproximam das mesas operatórias, embora assim ajam por terem constatado os efeitos benéficos das mesmas em seus pacientes, sem se preocuparem com o mecanismo pelos quais esses resultados são obtidos.

O significado de algumas das cores usadas na Cromoterapia:

Vermelho: É uma cor poderosa e deve haver precauções no seu uso, pois em excesso pode provocar nervosismo e ansiedade. Área de atuação: ativa a circulação e estimula o sistema nervoso.

Laranja: É uma cor alegre e antidepressiva. Área de atuação: rejuvenesce e melhora o metabolismo e o sistema digestivo. Pode elevar a pressão sanguínea.

Amarelo: É uma cor inspiradora por isso pode provocar alguma distração e perda do foco. Área de atuação: olhos, ouvidos e tecidos internos.

Verde: É uma cor associada à natureza, tranquilidade e saúde. Área de atuação: problemas cardíacos, dores de cabeça, relaxante, etc.

Azul: É uma cor relaxante, que traz paz, serenidade e promove a meditação. Área de atuação: baixa a pressão arterial.

Violeta: É uma cor relacionada com a estabilidade e paz na consciência. Promove a concentração e eleva a autoestima. Área de atuação: acalma os nervos e os músculos do corpo.

Tenha você também a sua rádio